quarta-feira, 28 de março de 2012


ENERGIA VITAL – COMO PRESERVÁ-LA

por Sheila Teixeira
Segundo a medicina chinesa, no momento da concepção, a quantidade e a qualidade da energia vital dos pais, naquele momento, se somam para gerar o novo ser.
Essa energia vital fica armazenada nas células que darão origem aos rins. Ao nascermos, é como se uma ampulheta fosse virada e começamos a perder a vitalidade herdada de nossos pais, grão a grão. Quando acaba, nosso corpo físico não tem mais forças e morre.
Segundo os chineses, a vitalidade é mantida pela alimentação e pela respiração. Alimentos vitalizados pela luz solar têm a capacidade de manter a vida e preservá-la.
Todas as vezes que cometemos excessos sejam eles quais forem: excesso de trabalho, de comida, de bebida, dormir em excesso, ficar muito em pé, muito sentado, fazer muito sexo, resulta numa perda anormal de vitalidade. É como se pegássemos nossa ampulheta e a sacudíssemos; os grãos de areia cairão rapidamente e a vida de extinguirá mais depressa.
Quer viver muito? Faça tudo pouco! O caminho da longevidade é o caminho do meio. Só não economize qualidade! Coma com qualidade, respire com qualidade, ame com qualidade. Permita-se abastecer em lugares onde a vitalidade é mais preservada, próximo a plantas, água corrente, sol, lua e pessoas felizes. Saia de perto de ambientes depressivos, de conversas tristes e inúteis, de lugares escuros onde o ar não circula. Respeite seu ritmo biológico e permita-se o ócio produtivo. Faça uma faxina mental e jogue fora tudo que não é útil em sua vida. Tenha a coragem de romper definitivamente com tudo e todos que impedem que seu sorriso brote solto e livre de seus lábios. Dê muitas gargalhadas, mesmo que seja de você mesmo. Não leve as coisas tão a ferro e fogo. Permita-se errar, mas permita-se acertar também, bem na mosca, no alvo da felicidade.
E assim, quando a areia da ampulheta terminar, tudo terá valido a pena!
Sheila Teixeira é mestra em Reiki, professora de Yoga, terapeuta, orientadora de cursos e palestrante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou um ser que busca incansavelmente a paz e a liberdade. Busco a verdade que está no conhecimento e no silêncio da alma. Meu trabalho é destinado a buscar, nos recursos das terapias, a chave para libertar e esclarecer, harmonizar e favorecer a saúde em todas as dimensões.