segunda-feira, 7 de maio de 2012

Técnicas de relaxamento


“Aquele que olha para fora dorme, enquanto quem olha para dentro, desperta”. Karl Jung
O silêncio é a meta de quem procura a si mesmo. Através do relaxamento, a mente se aquieta, os batimentos cardíacos diminuem, a atividade cerebral silencia e a alma se liberta.Relaxar não é dormir. 
Relaxar é alcançar a abstração dos sentidos para que a mente conecte-se a níveis mais profundos.
Durante o relaxamento, o sistema nervoso se reorganiza, voltando ao estado original de paz e tranqüilidade para o qual fomos criados. A serenidade nos aproxima de Deus. Deus nos fala através do silêncio.
O fluxo energético flui livremente enquanto as células são nutridas através da respiração lenta e profunda, conseqüente de um estado de relaxamento pleno. Esse estado porém só pode ser conquistado com exercícios constantes. O cérebro necessita de tempo e repetições para alterar seu padrão de funcionamento. À medida que o ser se habitua a pratica do relaxamento, naturalmente permanecerá nesse estado ou mais próximo dele na vida cotidiana.
A prática do relaxamento promove o fortalecimento do sistema imunológico, lucidez mental, aumento da memória e rejuvenescimento.


Quando o corpo está tenso, gastamos desnecessariamente muita energia. A atenção voltada para este estado nos faz aprender a relaxar os músculos e sistemas que não estão sendo utilizados naquele instante e isso aumenta nossa cota de vitalidade.
A respiração consciente, lenta e profunda é a porta para o relaxamento. Respire e observe seu corpo durante as atividades diárias, enviando um comando amoroso às partes tencionadas. Repita frases positivas para si mesmo. Faça isso no carro, no trabalho, andando, comendo, em qualquer circunstancia sempre é possível relaxar e permanecer confortável, feliz e saudável.


Para um relaxamento completo, deite-se numa posição confortável, com o rosto voltado para cima, braços e pernas separados. Cuide para que não haja barulhos abruptos durante o relaxamento, como telefones ou campainhas. Separe os braços e as pernas. Se desejar, coloque uma almofada em baixo dos joelhos para não forçar a coluna. Mantenha-se aquecido.
Leve sua consciência para os pés e suba mentalmente, observando parte por parte do seu corpo. Observe a temperatura, as sensações, lembre-se das formas e envie comandos de amor e refazimento a cada parte. Suba até a cabeça. Ou ainda, permaneça apenas prestando atenção no ritmo respiratório.


As técnicas são muitas. O mais importante é que você fique em si mesmo. Como um desbravador, um observador. Como um cartógrafo que deseja mapear um reino desconhecido e precisa prestar atenção aos mínimos detalhes. Sem julgamento, sem medo, sem culpa.
Você imerso em si mesmo, num estado de êxtase profundo, no mais absoluto silêncio da alma.
Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou um ser que busca incansavelmente a paz e a liberdade. Busco a verdade que está no conhecimento e no silêncio da alma. Meu trabalho é destinado a buscar, nos recursos das terapias, a chave para libertar e esclarecer, harmonizar e favorecer a saúde em todas as dimensões.